Esparta e Atenas

Funeral-Oration-Pericles-e1341757935291
Atenas priorizava a formação intelectual de seu povo: vemos o florescimento da poesia, teatro e filosofia. 

Esparta e Atenas, ao mesmo em que foram as principais cidades gregas, também representaram uma das maiores antíteses de toda a Idade Antiga. As duas cidades eram bastante divergentes em vários pontos: a maneira de fazer política, a importância da guerra, o valor das artes e da cultura, entre outros aspectos. Tal realidade é uma prova viva da existência de uma civilização grega bastante heterogênea, com uma política descentralizada e povos de diferentes tradições.

Fundada pelos dórios durante o século IX a.C, Esparta era uma cidade totalmente diferente de todas de sua época. Na verdade, parecia mais um acampamento militar do que uma cidade propriamente dita. E essa era justamente a principal característica dos espartanos: os seus valores militaristas.

Para se ter uma ideia, os mesmos eram educados segundo uma rigorosa disciplina. Os soldados serviam ao exército dos 20 aos 40 anos e eram proibidos de exercer qualquer outra profissão. As mulheres também tinham um papel muito importante aos olhos da sociedade espartana, pois a estas cabia a tarefa de gerar indivíduos saudáveis para o combate, garantindo um futuro de glórias e conquistas.

esparta
Esparta tinha uma organização política essencialmente militar.

O objetivo da educação espartana era transformar seus cidadãos em guerreiros fortes, obedientes e competentes. Foi por meio da guerra que Esparta conquistou diversos territórios.

A sociedade era dividida em espartanos, descendentes dos dórios e únicos a ter direitos políticos, periecos, descendente dos aqueus que exerciam atividades ligadas ao comércio e artesanato, e os hilotas, escravos de guerra.

A começar pela sua fundação, Atenas já se diferenciava de Esparta, tendo sido fundada pelos jônios. Os atenienses sobreviviam principalmente da agricultura, apesar de seu relevo acidentado, pesca e comércio marítimo. A sociedade ateniense era dividida em eupátridas (grandes proprietários de terra), georgóis (pequenos proprietários), dimiurgos (artesões especializados) e escravos.

Diferentemente de Esparta, que focava na guerra, nos treinamentos e exercícios militares, Atenas valorizava a educação de seu povo. Ao contrário de priorizar somente o corpo, privilegiavam o equilíbrio entre o corpo e a mente. Isso fez com que a cidade tenha se transformado em um centro cultural e intelectual de sua época. É em Atenas que surge a filosofia e a democracia, aspectos que transformaram a cidade no berço de todo o Mundo Ocidental.

Saiba mais: A cultura gregaCivilização grega

Deixe um comentário

44 Comentários em "Esparta e Atenas"

avatar
Mostrar primeiramente:   mais recentes | mais antigos | mais bem votados
Jhenny
Visitante

Oi gente como vão?

PEDRO
Visitante

ME AJUDOU PRA CARAMBA

PEDRO
Visitante

GOSTEI MUITO DESSE RESUMO

evellyn
Visitante

oiiiiii gente

Caio
Visitante

oi

Braian
Visitante

Mateus minha professora falto tbm vddd

mateus
Visitante

quem da like no comentario a professora vai faltar amanhã

jennifer
Visitante

oii meu nome jennifer e me ajudou bastante no meu trabalho de historia

samuel
Visitante

acho q vai me agudar

Jony
Visitante

Do que você precisa é de ajuda para aprender a escrever.

cristian
Visitante

HUDASHDUHASHDUAHUDHUSHDUHUOFHUHSFUHADFHUDAHFUODAHFHDEFHDSHFSD

Pablo
Visitante

ACHEI O RESUMO BEM LEGAL

karoline
Visitante

Atenas foi criada pelos jônios por volta do seculo x a.C

wpDiscuz