Invasões Holandesas no Brasil

Invasões Holandesas no Brasil
“Batalha dos Guararapes”, por Victor Meirelles de Lima: um retrato das invasões holandesas no Brasil.

A Holanda sempre foi um dos principais aliados de Portugal. Um exemplo disso é o fato de que eram os holandeses que refinavam o açúcar brasileiro e o comercializava na Europa. As invasões holandesas no Brasil tiveram como contexto a criação da União Ibérica em 1580 e a luta dos neerlandeses pela sua emancipação, uma vez que a Holanda também era dominada pelos espanhóis. Em 1581, os holandeses conseguiram se separar da Espanha e fundar a República das Províncias Unidas. Em represália, os espanhóis (que detinham o domínio sobre o Brasil) proibiram a Holanda de comercializar o açúcar brasileiro. Nesta medida, a intenção dos era arruinar economicamente os holandeses, tornando-os frágeis militar e politicamente.

A Holanda tomou rápidas medidas e em 1621 criou uma grande empresa encarregada de recuperar o controle do açúcar brasileiro de forma pacífica: a Companhia das Índias Ocidentais. No entanto, os holandeses logo perceberam que a única solução para o problema seria o confronto militar. Assim, em 1624, organizaram a primeira invasão ao Brasil, em Salvador, porém logo acabaram sendo expulsos.

O segundo exemplo de invasões holandesas no Brasil ocorreu em 1630, em Pernambuco. Desta vez, os holandeses conseguiram conquistar as cidades de Recife e Olinda e expandiram seu domínio para outros estados, como Maranhão e Sergipe. Foi nomeado um governador para o novo território conquistado.

O primeiro governador das regiões conquistadas pela Holanda foi o conde Maurício de Nassau, em 1637. Nassau concedeu liberdade religiosa e incentivou grandemente a produção açucareira, oferecendo empréstimos aos senhores de engenho. O mesmo também realizou importantes obras de infraestrutura na cidade de Recife: pontes, estradas, palácios, jardins, entre outras. Em 1644, Nassau voltou para a Holanda.

Após sua partida, os senhores de engenho começaram a ficar descontentes com a nova administração, a qual adotou um grande rigor na cobrança de impostos. Além disso, Portugal se separou da Espanha em 1640. Desta forma, os portugueses queriam recuperar o território perdido de qualquer forma. Estes dois fatores foram essenciais para a expulsão dos holandeses do Brasil em 1645, por meio da força dos senhores de engenho e dos colonos.

Saiba mais: União IbéricaInvasões Francesas

Deixe um comentário

avatar