Home
Arte
Biografias
Brasil

Comidas e Bebidas

Curiosidades
Datas Comemorativas
Drogas

Economia

Educação
Eletrodomésticos
Eletrônicos
Esportes

Expressões Populares

Games
Higiene
Idade Antiga
Idade Média
Idade Moderna
Idade Contemporânea
Informática
Meios de Transporte
Música e Instrumentos
Objetos
Pré-História

 

Renascimento

Renascimento
Michelangelo: A criação de Adão

O Renascimento foi um período da história marcado por significativas mudanças culturais, ideológicas e científicas. Ao contrário do que muitos pensam, não podemos dizer que o renascimento foi a ruptura total com a cultura medieval. De fato, as mudanças ideológicas ocorridas neste período se iniciaram durante a Baixa Idade Média, com o renascimento comercial e o surgimento da burguesia.

Com a aliança feita entre rei e os ricos comerciantes, estes passaram a ter grande poder político. Desta forma, a burguesia passou a difundir seus ideais, e a sociedade, a absorvê-los. Tais ideais tinham como principal característica a compreensão de que o homem era o centro do universo, ou seja, a humanidade deveria ser o centro do entendimento humano, se opondo claramente à visão teocêntrica da Idade Média, a qual pregava que Deus era o centro das preocupações.

Outra característica fortíssima deste período de transformações foi o racionalismo, que nada mais é do que a utilização da razão para tirar conclusões, ao invés da valorização da fé. Além disso, a ideologia renascentista pregava o individualismo, ou seja, a liberdade de um indivíduo perante a sociedade. Esta última característica é um claro exemplo da força da burguesia, uma vez que a existência de indivíduos livres tenderia a estimular o espírito de competição. O Renascimento teve como berço a Península Itálica. Isso se deu principalmente pelo fato de que os maiores comerciantes da época se localizavam nas cidades italianas de Gênova, Veneza e Nápoles.

De fato, neste período podemos ver um amplo desenvolvimento cultural. Com os aperfeiçoamentos da imprensa feitos pelo alemão Johannes Gutenberg, a propagação dos ideais renascentistas se tornou infinitamente mais fácil. Na literatura, podemos destacar os poetas Dante Alighieri e Francesco Petrarca, além de Nicolau Maquiavel e sua obra “O Príncipe”.

Também neste período encontramos a evolução máxima das artes sob a figura do célebre Leonardo da Vinci, autor da mais importante obra da história das artes, Mona Lisa. Não podemos deixar de ressaltar Michelangelo Buonarroti, outro importantíssimo artista, o qual se tornou bastante famoso pelas suas esculturas Davi, Moisés, além dos afrescos pintados na Capela Sistina, na cidade do Vaticano.

Os ideais do Renascimento se difundiram por toda a Europa. Entre alguns célebres escritores e pensadores deste período, podemos citar William Shakespeare, Luís Vaz de Camões, Albrecht Dürer, Michel de Montaigne e Miguel de Cervantes.

 

Saiba mais: Idade Média - Leonardo da Vinci - Michelangelo - Iluminismo

Idade Moderna - Home

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Ferramentas e Informações
 

Copyright 2013 História de Tudo. Todos os direitos reservados.