História do The Sims

História do The Sims
A história do The Sims nos mostra que o projeto de seu criador, Will Wright, a princípio não foi levado a sério.

A bem-sucedida série de jogos The Sims consiste na simulação da vida de uma pessoa: não há objetivos bem-definidos, nem fases, como na maioria dos games. O criador da série, Will Wright, começou com o projeto do game a partir do outro jogo SimCity, no qual o jogador administra uma cidade virtual. Depois disso, uma gama de simuladores da mesma linha (Sim) foi criada: SimAnt, SimFarm, SimEarth, entre outros.

Após o sucesso de SimCity, o pai dos Sims decidiu levar a simulação à vida pessoal. Em vez de construir prédios, os jogadores construiriam pessoas virtuais, suas casas, relacionamentos e seu cotidiano. O projeto de Wright a princípio não foi muito levado a sério, pois a grande questão era saber se as pessoas iriam ter a paciência de controlar um avatar, sem objetivos claros, porém a Maxis acabou apostando na ideia.

De fato, The Sims foi um fenômeno no mundo inteiro, desbancando vários líderes de vendas. Por meio de suas expansões, permaneceu nessa posição por muito tempo. Depois de tanto sucesso, a Maxis deu uma pequena patinada quando tentou fazer uma versão online do jogo em 2002, a qual não correspondia às expectativas dos usuários.

No entanto, o pequeno deslize foi completamente esquecido em 2004, quando a empresa recriou o jogo do zero, lançando The Sims 2. Gráficos 3D de alta qualidade e novidades, como assistir os sims mais de perto ou na primeira pessoa, fizeram do jogo outro estrondoso sucesso. Estima-se que Já foram vendidas mais de 54 milhões de unidades do game, realidade que o coloca como o quinto jogo mais vendido da história.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar