facebooktwittergoogle_plusmail

Teatro

É comum haver divergências entre as enciclopédias a respeito da origem do teatro. Entretanto, uma coisa se sabe: esta forma de arte surgiu na Grécia Antiga, no século VI a.C. A maioria dos historiadores concorda que o teatro surgiu como uma evolução dos rituais e cultos festivos a Dionísio, deus do vinho e da fertilidade. Estas festividades ocorriam todo ano no período da primavera e eram muito intensas. Durante as procissões, havia recitais, danças e música.

Foi por meio de um homem chamado Téspis que o teatro surgiu. Em uma destas celebrações, o mesmo resolveu usar uma máscara humana enfeitada com cachos de uva e passou a afirmar que era o próprio deus Dionísio. Era clara a intenção de Téspis em apenas representar o deus, e não em se passar por ele, o que não faria nenhum sentido. O importante foi sua ousadia em representar um deus, algo inimaginável até então. Téspis é considerado o primeiro ator da história do teatro ocidental.

Com o passar do tempo, as celebrações ao deus Dionísio ficaram cada vez mais elaboradas. Desta forma, nestes rituais, os gregos começaram a representar cenas da vida do próprio deus. Nesta época, todos os papéis eram interpretados por homens, já que não era permitida a participação de mulheres nas representações. Até então, todas as encenações ocorriam em grandes círculos. Com o amadurecimento do teatro na Grécia, foram construídos enormes prédios teatrais, com uma boa infraestrutura para o desenvolvimento da arte. Aos poucos, o teatro foi se consolidando, até se transformar em um dos aspectos mais importantes da cultura grega.

Saiba mais: Grécia AntigaCultura gregaHistória do Circo

Deixe uma resposta