História do Pente

História do Pente
A história do pente se inicia por volta de 2300 a.C, época em que os babilônios desenvolveram uma espécie de pente com espinhos de plantas.

A palavra pente vem do latim pecten, que é o nome de uma concha com formato semelhante aos dentes do objeto que conhecemos hoje em dia. Sabe-se que antes mesmo dos egípcios, outras civilizações já haviam desenvolvido pentes feitos com ossos de animais e madeira. Acredita-se que o objeto tenha sido criado pelos babilônios, povos que desenvolveram uma espécie de pente com espinhos de plantas por volta de 2300 a.C.

Entretanto, foi no antigo Egito que encontramos as maiores curiosidades sobre o uso do objeto ao longo da história. De fato, os pentes egípcios eram objetos de luxo e requinte, e muitos deles eram cobertos por ouro e pedras preciosas. Acredita-se que a rainha Cleópatra tenha pessoalmente encomendado um exclusivo pente feito de espinhas de peixe.

Ao longo da história do pente, também vemos a contribuição dos romanos, os quais foram responsáveis por reduzir seu tamanho, para que o mesmo pudesse caber dentro dos bolsos. Durante a Idade Média, diversos outros materiais começaram a ser usados na fabricação do objeto, como marfim, metal e até mesmo chumbo, empregado para tentar disfarçar a cor dos cabelos ruivos, já que nessa época as pessoas com tal coloração de cabelo eram má vistas pela sociedade.

Saiba mais: EgípciosRomanos

Deixe um comentário

2 Comentários em "História do Pente"

avatar
Mostrar primeiramente:   mais recentes | mais antigos | mais bem votados
Homero
Visitante

bem loco

Eduardo Covre Avancini
Visitante

Ao decorrer de nossas vidas, existem em nossas vidas momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis, com simples atitudes que fazem a diferença.

wpDiscuz