Independência dos Estados Unidos

Independência dos Estados Unidos
A Independência dos Estados Unidos se deu após os aumentos de impostos aos colonos americanos.

No final do século XVI, os ingleses se estabeleceram na região leste da América do Norte e fundaram treze colônias, as quais apresentavam realidades diferentes. Como nas colônias do sul o clima tropical era predominante, havia um claro interesse na exploração desta característica e na produção de gêneros tropicais. Já as colônias do norte tinham um clima semelhante ao da Inglaterra, realidade que não despertava tanto interesse. Por tais motivos, as regiões do norte sempre gozaram de uma relativa autonomia e conviveram com certo desenvolvimento econômico interno.

Após a Revolução Industrial no início do século XVIII, a Inglaterra sentiu a necessidade de novos mercados consumidores para seus produtos. A solução encontrada foi proibir o comércio interno entre as próprias colônias. Posteriormente, após a Guerra dos Sete Anos (1756-1763), os ingleses se encontravam fortemente abalados economicamente, fato que resultou na adoção de uma série de medidas extremas.

Por meio da Lei do Açúcar, a Inglaterra passou a cobrar altas taxas sobre todo o açúcar produzido na América. Além disso, foram promulgadas leis que cobravam impostos sobre inúmeros outros produtos, realidade que gerava grande insatisfação. A situação desconfortável entre colônia e metrópole se acentuou em 1773, quando os colonos americanos jogaram todo o chá de três navios da Companhia Inglesa das Índias Orientais, que detinha o monopólio do produto nas colônias, ao mar. Tal episódio ficou conhecido como a Festa do Chá em Boston (Boston Tea Party).

Irritados com a situação, os ingleses adotaram leis bastante rígidas, como o fechamento do Porto de Boston e a ocupação militar da colônia de Massachusetts. Baseados nos ideais iluministas, os americanos organizaram o Primeiro Congresso Continental da Filadélfia, no qual decidiram evitar o comércio com a Inglaterra. Sem muitos efeitos, organizaram então o Segundo Congresso Continental da Filadélfia, no qual finalmente optaram pela independência dos Estados Unidos. Assim, em 4 de julho de 1776, redigiram a Declaração de Independência e nomearam George Washington como o comandante-geral das tropas americanas.

Embora tenham perdido as primeiras batalhas, os americanos contaram com o apoio de adversários dos ingleses, como França, Holanda e Espanha, fato que foi decisivo para a vitória dos insurgentes. Em 1783, a Inglaterra finalmente reconheceu a independência dos Estados Unidos. Posteriormente, os americanos redigiram sua Constituição em 1787 e elegeram George Washington como o primeiro presidente da nova nação.

Saiba mais: Revolução IndustrialGuerra de Secessão

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *