História do Telefone

História do TelefoneA história do telefone nos mostra que quem criou o aparelho foi o italiano Antonio Meucci, e não Graham Bell.

Quando queremos saber a respeito dos criadores das invenções, dizer quem foi o pai do telefone talvez seja uma das mais fáceis conclusões. A maioria das pessoas acha que foi o escocês Alexander Graham Bell quem o criou, o que não é verdade. O Congresso Americano, na resolução 269 de 2002, reconheceu que o inventor oficial do telefone foi o italiano Antonio Meucci, que em 1860 já havia descrito o aparelho em um jornal de língua italiana de Nova York com o nome de “teletrophone”.

Antonio Meucci levava a vida exercendo diversas atividades, uma delas era a medicina. O italiano tratava seus pacientes com um método baseado na aplicação de pequenos choques. Certa vez, Meucci havia colocado um eletrodo ligado a um fio de cobre na boca de um paciente e, quando foi ligar o aparelho em outra sala, escutou seu gemido. Desta forma, chegou à conclusão de que a voz poderia ser propagada por impulsos elétricos.

Para desenvolver sua invenção, Meucci se mudou para uma cidadezinha próxima a Nova York, EUA, onde montou uma fábrica de velas: com o dinheiro que ganhou, aperfeiçoou seu invento. A novidade foi um sucesso na época, principalmente entre a colônia italiana nos EUA. Mesmo em virtude desse relativo sucesso, Meucci não obteve investidores capazes de apostar em sua ideia, pois muitos deles não viam utilidade em um “telégrafo capaz de falar”.

Passando por vários problemas financeiros e de saúde, Meucci não conseguiu nem a quantia mínima de U$250, necessária para patentear sua invenção. A patente acabou sendo feita mais tarde por Graham Bell, o qual levou toda a fama de criador do aparelho por anos. A história do telefone ainda revela que Meucci tentou entrar na justiça diversas vezes contra Graham Bell, porém quando estava prestes a vencer toda a disputa na Suprema Corte americana, o italiano acabou falecendo.

Saiba mais: História do Telégrafo

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *