História do Euro

História do Euro
A história do euro é paralela à criação da União Europeia.

Pode-se dizer que o surgimento do euro se deu de forma quase paralela à história da própria União Europeia. Assim, logo após a Segunda Guerra Mundial, surgiu a necessidade de estreitar as relações diplomáticas entre os países europeus, no sentido de unir forças para recuperar a economia do velho continente, a qual se encontrava totalmente arrasada pela Grande Guerra.

O primeiro capítulo da história do euro foi o Tratado de Roma. Assinado em 1957, o mesmo tinha o fim de aperfeiçoar as políticas econômicas, eliminar barreiras comerciais e promover a circulação de força de trabalho e capital entre os países europeus. Após as primeiras falhas do sistema Bretton Woods, o qual consistia na vinculação das moedas europeias ao dólar, surgiu a ideia de unificação monetária do continente. Em 1969, foi solicitado ao primeiro-ministro de Luxemburgo um relatório sobre o tema, marcando oficialmente o início da discussão sobre a adoção de uma nova moeda.

Outros dois importantes avanços na direção da idealização do euro foram a criação do Sistema Monetário Europeu, em 1979, o qual limitava as taxas de câmbio entre as nações europeias, além do Ato Único Europeu, em 1986, tratado que removeu drasticamente barreiras, impostos e outros tipos de restrições entre os países, formando a base para a criação de uma moeda única.

Em 1992 é criada oficialmente a União Europeia, já levando consigo a ideia de uma nova unidade monetária. O nome “euro” foi escolhido em 1995, tendo começado a circular somente em 2002.

Saiba mais: Segunda Guerra MundialHistória do Dólar

Deixe um comentário

2 Comentários em "História do Euro"

avatar
mais recentes mais antigos mais bem votados
leticia
Visitante

essa historia é demais

leticia
Visitante

IRADO [DA HORA]