História do Elevador

História do ElevadorA história do elevador se inicia ainda na Antiguidade.

A história do elevador como um sistema de pesos e contrapesos é mais antiga do que se imagina. Desde 1500 a.C. os egípcios já utilizavam arcaicos elevadores para tirar água do rio Nilo, por meio de tração animal e humana. Os romanos foram outros povos que faziam uso de tal sistema em larga escala, seja para mover materiais ou animais. Também é sabido que utilizavam elevadores rudimentares para o deslocamento de pessoas, porém eram casos bastante específicos, algo restrito às casas dos nobres mais ricos de Roma.

Outro importante capítulo dessa história foi a criação do famoso elevador do palácio de Versailles, construído pelo rei Luís XV em 1743. A necessidade do monarca francês era facilitar seu deslocamento até o quarto de sua amante, Madame de Châteauroux, o qual ficava localizado no andar inferior. No entanto, tal sistema ainda era praticamente idêntico ao elevador romano, sendo operado por escravos que puxavam as cordas.

Foi só com o passar do tempo e a evolução tecnológica da Revolução Industrial que a tração que movia os elevadores foi substituída pelo motor a vapor. Mesmo assim, as pessoas tinham muito medo de fazer uso das plataformas, uma vez que os elevadores balançavam muito e os acidentes eram constantes. Tal realidade mudou somente em 1853, com o americano Elis Graves Otis.

Otis desenvolveu um sistema muito importante na história do elevador, o qual consistia no uso de trilhos e travas capazes de sustentar as cabines mesmo nos casos de rompimento dos cabos. Tal aprimoramento foi fundamental para a popularização dos elevadores. Além deste feito, também é preciso apontar a importante criação do elevador elétrico em 1880, pelo alemão Werner Von Siemens.

Uma curiosidade sobre a história do elevador: os antigos eram muito lentos! Para alguém chegar ao oitavo andar de um prédio, por exemplo, eram necessários dois minutos, em média. Atualmente, os elevadores são capazes de atingir altas velocidades, chegando a ser 45 vezes mais rápidos do que isso.

Saiba mais: Revolução Industrial

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar