História do Dia dos Pais

História do Dia dos PaisA história do Dia dos Pais está ligada às homenagens da jovem americana Sonora Dodd.

Comemorado no segundo domingo de agosto, o Dia dos Pais se originou de forma semelhante ao Dia das Mães. A data foi criada em 1909, nos Estados Unidos, por meio de Sonora Louise Smart Dodd, uma jovem americana que pretendia homenagear seu pai, um veterano de guerra que teve que criar seus seis filhos após ver sua esposa morrer enquanto dava à luz.

Orgulhosa e cheia de admiração pelo homem, Sonora se empenhou na criação de uma data que homenageasse todos os pais. Para isso, a moça pediu a ajuda de uma entidade de jovens cristãos de Washington. O empenho de Sonora comoveu as pessoas de sua cidade, Spokane, de forma que muitos também começaram a realizar homenagens a seus pais. O interesse pela data acabou se espalhando por vários estados americanos, até a mesma ser oficializada em 1972 pelo presidente Richard Nixon.

Também há quem diga que a história do Dia dos Pais tenha se iniciado bem antes das homenagens da jovem americana e por motivos puramente comerciais. Segundo essa versão, a data teria sido criada ainda durante a Crise de 1929 por uma associação de comerciantes de roupas de Nova York, nada mais que uma jogada comercial para tentar alavancar as vendas em um dos piores períodos da economia dos Estados Unidos.

No Brasil, a ideia do Dia dos Pais partiu do publicitário Sylvio Bhering em meados dos anos 50 e acabou se tornando uma aposta de vários veículos de comunicação, que viam aí uma clara oportunidade de angariar mais anunciantes. Embora a concepção inicial fosse comemorar a data em 16 de agosto, dia de São Joaquim, a mesma logo foi alterada para o segundo domingo do mês, como ocorre até hoje.

Saiba mais: Dia das Mães

Deixe um comentário

avatar