História da Cerveja

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

História da Cerveja

A cerveja é uma bebida produzida por meio da fermentação de cereais maltados, como a cevada, por exemplo. A mesma é considerada a primeira bebida alcoólica feita pelo homem. De fato, a história da cerveja se perde no tempo.

Sabe-se que os sumérios e egípcios já produziam a cerveja há mais de 5.000 anos atrás e os babilônicos tinham mais de 16 tipos de cervejas feitas com cevada, trigo e mel.

Tal contato dos babilônicos com a bebida é tão marcante, que no Código de Hamurabi havia pena de morte para aquele que diluísse a cerveja e a vendesse. A bebida era oferecida aos deuses, reis, além de ser servida em ocasiões muito importantes. Os egípcios também lhe atribuíam efeitos medicinais.

Na Idade Média, a cerveja passou a ser comercializada em larga escala, se transformando em mercadoria até mesmo para ser usada no pagamento de impostos. Os monges europeus contribuíram de forma significante para o aperfeiçoamento da tecnologia da bebida, sendo grandes vendedores atacadistas do produto. No século XIV, o mesmo já era bastante popular em todo o continente europeu. A cidade de Hamburgo, no norte da Alemanha, se tornou o centro cervejeiro da Europa, com mais de mil especialistas na produção da bebida.

Com a adição do lúpulo à receita da cerveja, a mesma adquiriu características regionais de cada país. Hoje em dia, as cervejas se dividem, basicamente, em duas grandes famílias: de alta e baixa fermentação.

Saiba mais: EgípciosBabilônicosIdade Média

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *