Guardado a Sete Chaves

Guardado a Sete Chaves
Por que falamos ‘Guardado a SETE Chaves’ e não seis ou cinco?

Durante toda a Idade Média, era comum que os monarcas guardassem tesouros e objetos valiosos em grandes baús, com o intuito de esconder segredos ou simplesmente fortalecer economicamente seus reinados. Em Portugal, por exemplo, os reis adotavam um interessante sistema de arquivamento de joias e documentos importantes com quatro fechaduras diferentes: cada uma das chaves era distribuída a um alto funcionário do reino.

“Mas então por que falamos ‘sete chaves’ sendo que eram apenas quatro?”

Simples: o número sete passou a ser utilizado em razão de seu valor místico, já que desde a época das religiões primitivas é associado a algo divino, perfeito e sagrado. Foi assim que se começou a utilizar o termo ‘guardado a sete chaves’ para designar algo extremamente bem guardado, perfeito, praticamente impossível de ser descoberto.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz