Home
Arte
Biografias
Brasil

Comidas e Bebidas

Curiosidades
Datas Comemorativas
Drogas

Economia

Educação
Eletrodomésticos
Eletrônicos
Esportes

Expressões Populares

Games
Higiene
Idade Antiga
Idade Média
Idade Moderna
Idade Contemporânea
Informática
Meios de Transporte
Música e Instrumentos
Objetos
Pré-História

Economia Açucareira

Após o descobrimento do Brasil, Portugal naturalmente se viu obrigado a proteger o novo território das ameaças externas. A partir de 1530, os portugueses procuraram proporcionar uma colonização que, além de garantir seu domínio sobre a colônia, fosse algo lucrativo. Assim, percebendo que não tinham tantos recursos, resolveram incentivar o cultivo da cana-de-açúcar, algo relativamente simples, aparentemente lucrativo e favorável, uma vez que o clima do Brasil era bastante propício.

O sistema agrícola utilizado no Brasil foi o chamado “plantation”, o qual tinha três características fundamentais: a monocultura, o uso da mão-de-obra e a política de exportação. A necessidade de lucro rápido resultou na criação de uma monocultura, ou seja, praticamente não havia nenhuma outra atividade econômica desenvolvida na colônia. A questão da mão-de-obra foi resolvida por meio da exploração do negro africano, uma vez que os índios não aceitaram aquela rotina de trabalho. Além disso, o tráfico de escravos foi se tornando outro negócio rentável para Portugal.

Praticamente todo o açúcar produzido no Brasil era exportado para a Europa, uma vez que o produto tinha uma grande demanda no continente europeu. Entre outras consequências, a economia açucareira resultou na formação de grandes latifúndios.

 

Saiba mais: Descobrimento do Brasil

Brasil Colônia - História do Brasil - Home

 

 

 

 

 
Ferramentas e Informações
 

Copyright 2013 História de Tudo. Todos os direitos reservados.