Dia da Mentira

Dia da Mentira
O Dia da Mentira surgiu surgiu por causa de um grande mal-entendido ocorrido na França, no século XVI.

Você já caiu em alguma brincadeirinha do Dia da Mentira? Sim? A prática de contar mentiras em um dia específico, por mais bizarras que sejam, é algo muito comum entre crianças. No entanto, os adultos também parecem adorar inventar uma lorota aqui ou ali. Quer um exemplo? Em 1957, a respeitadíssima rede de televisão britânica BBC mostrou uma matéria sobre determinadas árvores na Suíça que produziam macarrão. Dá pra acreditar?

De fato, o Dia da Mentira surgiu no século XVI, na França, e foi fruto de um grande mal-entendido.

Até tal século, os franceses seguiam o calendário Juliano. Conforme o mesmo, a comemoração do Ano Novo ocorreria no primeiro dia de Abril. Porém em 1564, o rei Carlos IX estabeleceu que a França deveria seguir o calendário Gregoriano, no qual o novo ano se iniciaria já em 1º de janeiro, como ocorre hoje em dia.

O problema foi que alguns franceses não aceitaram a mudança. Além disso, naquela época as notícias andavam lentamente, pois não havia meios de rápida comunicação. Desta forma, muitas pessoas sequer ficaram sabendo da alteração estabelecida pelo rei. Assim, continuaram a comemorar o Ano Novo no dia primeiro de Abril. É claro que a essas pessoas começaram a ser alvo de muitas brincadeiras, chacotas e piadas dos franceses bem-informados. Foi desta forma que a data se consolidou como o dia reservado às maiores mentiras e peripécias.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz