História do Celular

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Celular

No início dos anos 90 já haviam sido descobertos o rádio e as formas de propagação das ondas. Esta era uma forma de comunicação bastante usada em guerras e conflitos militares, porém não muito segura e funcional, realidade que permitia facilmente o desvio de informações.

Por incrível que pareça, a criadora dos mecanismos que são a base do celular foi uma atriz de Hollywood: a austríaca Hedwig Kiesler (mas conhecida pelo nome artístico Hedy Lamaar), a qual estrelou o clássico Sansão e Dalila (1949).

Ela, uma mulher bastante inteligente e casada com um austríaco nazista fabricante de armas, se mudou para os Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial. No país, Kiesler ficou sabendo que alguns torpedos teleguiados da Marinha Americana haviam sido interceptados por inimigos.

Refletindo sobre tal fato, se empenhou na criação de um sistema em que duas pessoas se comunicassem mudando o canal, para que a conversa não fosse interrompida. Esta foi a primeira concepção do celular, patenteada em 1940.

Contudo, o primeiro celular só foi criado no dia 16 de outubro de 1956, pela empresa sueca Ericsson. O mesmo se chamava Sistema Automático de Telefonia Móvel ou MTA e pesava cerca de 40 kg, realidade bem diferente do que vemos hoje em dia. Segundo estatísticas, cerca de 1,74 bilhão de pessoas em todo o mundo usam telefones celulares.

Saiba mais: História do RádioSegunda Guerra Mundial

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *