História da Bolsa de Valores

História da Bolsa de Valores
A história da bolsa de valores se inicia na cidade belga de Bugres, em 1487.

As bolsas de valores são locais onde são negociados títulos emitidos por empresas de capital aberto. Desde o século XV, em plena Idade Média, cotas de participações em companhias, metais precioso e moedas eram comercializados no meio das ruas, nas calçadas, semelhantemente a qualquer outro produto vendido na época.

Acredita-se que a primeira bolsa de valores da história, isto é, um local onde os comerciantes se reuniam para a realização de negócios relacionados a participações e cotas em empresas tenha surgido em 1487, na cidade de Bugres, Bélgica. O nome “bolsa” se refere ao brasão da família Van der Burse, dona da casa onde as transações ocorriam, o qual era constituído por um desenho de três bolsas.

Entretanto, a primeira ação comercializada em uma bolsa de valores que se tem registro pertenceu à Companhia Holandesa das Índias Orientais e foi negociada em 1602, na bolsa de Amsterdã.

A partir de 1964, com as leis de reforma bancária e do mercado de capitais, as bolsas de valores começaram a assumir as importantes funções que possuem atualmente. Hoje em dia, as mesmas se transformaram em um símbolo marcante do capitalismo e da globalização. A tecnologia da informação permitiu a existência de bolsas de valores totalmente eletrônicas, como a americana Nasdaq, por exemplo.

Fundada em 23 de agosto de 1890 por Emilio Rangel Pestana, a Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPA) possui uma longa história de serviços prestados ao mercado de capitais e à economia brasileira, tendo se transformando na principal bolsa de valores do Brasil.

Saiba mais: Idade Média

Deixe um comentário

3 Comentários em "História da Bolsa de Valores"

avatar
Mostrar primeiramente:   mais recentes | mais antigos | mais bem votados
NAYARA
Visitante

QUEM E O AUTOR DO TEXTO????

fernando couto
Visitante

muito interessante.

wpDiscuz