Arte Romana

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Arco do Triunfo
Arco do Triunfo, Paris.

A arte romana estende-se do século VIII a.C. ao século IV d.C. De fato, os romanos foram povos fortemente influenciados pela cultura e crenças gregas. Um exemplo disso é a própria mitologia romana, algo muito similar ao que se via na Grécia.

De fato, a sociedade romana era muito cosmopolita e aberta, o que permitiu a incorporação de certos elementos gregos, como os estilos jônio, dórico e coríntio, e traços dos etruscos, como o arco e a abóbada. Entretanto, não podemos dizer em hipótese alguma que a arte romana foi uma mera cópia. Entre suas principais características, podemos citar a ideia de energia, força, realismo e grandeza material.

Coliseu

Coliseu, Roma.

Na arquitetura podemos ressaltar a grandeza e a imponência das obras como principais características. Edifícios públicos, templos, anfiteatros (Coliseu, por exemplo) e monumentos comemorativos são alguns tipos de construções feitas na época. Tais obras, além de ressaltarem a riqueza do Império Romano, foram responsáveis por urbanizar Roma de uma forma que nunca se havia visto. Ao mesmo tempo em que esculturas gregas eram copiadas, os artistas romanos desenvolviam um estilo próprio.

Diferentemente dos gregos, os romanos não apreciavam o nu atlético. Pelo contrário, consideravam o rosto e as expressões faciais os elementos mais importantes de uma obra. Além disso, os mesmos também se diferenciavam na praticidade, retratando as pessoas conforme elas realmente eram, e não conforme um ideal de beleza, como se via na arte grega. Na pintura, os romanos utilizavam mosaicos de cores vivas para representar cenas cotidianas, paisagens e animais.

Saiba mais: Civilização RomanaCivilização GregaCultura GregaArte Grega

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *